O que acontece com o Carolina Panthers?

wow

Vice-campeão do Super Bowl na temporada passada, com uma campanha quase perfeita na temporada regular, o Carolina Panthers caiu consideravelmente de nível e tem a fortíssima possibilidade de não ir aos Playoffs nesta temporada, o que seria uma surpresa gigante, ainda mais pelo fato de jogar em uma divisão com outros três times bem irregulares – Atlanta FalconsNew Orleans Saints Tampa Bay Buccaneers. Mas aí fica a pergunta: o que está acontecendo com os Panthers? Continuar lendo

Anúncios

Retrospectiva 2014 – Melhores jogos

keep-calm-and-siga-a-gente-3

Para fechar ano, nada melhor que uma retrospectiva com os jogos mais fantásticos e emocionantes nos esportes americanos em 2014, certo? Serão dois jogos destacados por liga, com um breve resumo com dois parágrafos e vídeo sobre a partida. Essa foi uma escolha pessoal. Então, se não concordarem e tiverem um jogo que marcou mais o ano é só dizer nos comentários.

PS: Alguns jogos de 2013 estão na lista, pois conta a temporada passada de algumas ligas, como NBA e NFL.

NBA

Toronto Raptors 118 x 119 Oklahoma City Thunder – 21/3/2014

nguyen_lee

Pra começar essa série de jogos espetaculares nos esportes americanos, começamos com uma partida que foi simplesmente dominada por um jogador: Kevin Durant. Com direito a bola de três pra vencer o jogo na segunda prorrogação, o ala do Thunder marcou 51 pontos, ajudando sua equipe a vencer por 119 a 118. 

Foi uma partida bem equilibrada do início ao fim. DeMar DeRozan tomava conta do ataque de Toronto, tanto que terminou a partida com 33 pontos, além de 8 rebotes. Westbrook jogou apenas 19 minutos, o que deixou toda a responsabilidade do jogo em Durant, que não decepcionou. Uma partida com duas prorrogações e decidida no final por apenas um ponto, tinha que estar nos melhores jogos de 2014 na NBA.

 

Portland Trail Blazers 99 x 98 Houston Rockets – 2/5/2014 – Jogo 6 da primeira rodada dos Playoffs do Oeste

nguyen_lee

Essa partida eu estava assistindo ao vivo e me perguntei: “Como você fez isso, Damian Lillard?”. Sim, o garoto que surpreendeu a todos em sua temporada de calouro, foi simplesmente fantástico e decisivo no duelo. Além de ser decisivo, Lillard contribuiu com 25 pontos, sendo o segundo cestinha da equipe, atrás apenas de LaMarcus Aldridge, que anotou 30 pontos, além de pegar 13 rebotes.

Playoffs é Playoffs. A maioria dos jogos são bem equilibrados e decididos por uma pequena margem de erro. Rockets e Blazers fizeram uma grande série, que foi decidida por essa bola espírita de Lillard, que com certeza estará no livro de melhores jogadas da carreira dele. A bola foi muito importante, pois levaria a série de volta pra Houston se ele não tivesse acertado. O garoto é muito clutch.

Menções honrosas

Golden State Warriors 110 x 111 Miami Heat – 12/2/2014 (Game-Winner de LeBron James)

Oklahoma City Thunder 113 x 112 Golden State Warriors – 29/11/2013 (Game-Winner de Russell Westbrook)

 

NFL

Indianapolis Colts 45 x 44 Kansas City Chiefs – 4/1/2014 – Wild Card da AFC

nguyen_lee

Essa foi, provavelmente, um dos maiores comebacks da história dos Playoffs da NFL. Após estar perdendo por 31 a 10 indo pro intervalo, contra uma das melhores defesas da NFL, o Indianapolis Colts, liderado por Andrew Luck, conseguiu uma virada simplesmente sensacional e venceu a partida.

Kansas City Chiefs foi uma das gratas surpresas da temporada, chegando aos Playoffs quando poucos esperavam, com uma forte defesa e ataque eficiente liderado por Alex Smith. Após abrirem uma grande vantagem até o Q3, os Chiefs meio que “cochilaram” na partida e Andrew Luck liderou a virada épica para a franquia de Indiana. Sem dúvida uma partida memorável.

 

Dallas Cowboys 48 x 51 Denver Broncos – 6/10/2013

nguyen_lee

Defesa? Nada disso. Quem assistiu a esse grande duelo viu dois ataques simplesmente poderosos, liderados por dois QBs de elite. Peyton Manning levou a melhor sobre Tony Romo, mas o QB dos Cowboys teve uma atuação simplesmente absurda. Melhor que a de Peyton, só que um TD corrido dos Broncos deu a vitória a equipe de Denver. 

506 jardas, 5 TDs e 1 interceptação. Essa foi a atuação de Tony Romo, enquanto Peyton Manning 414 jardas, 4 TDs passados, 1 TD corrido (!!!!) e uma interceptação. Foi uma partida pra ser lembrada, decidida nos minutos finais, como todo jogão. Abaixo veja o GIF do TD corrido de Peyton Manning!

Hank-Conger

Menção honrosa

Seattle Seahawks 23 x 17 San Francisco 49ers – 19/1/2014 – Final da NFC

New England Patriots 34 x 31 Denver Broncos – 24/11/2013 – Comeback de 24 pontos contra os Patriots e a virada

 

MLB

Kansas City Royals 9 x 8 Oakland A’s – 30/9/2014 – Wild Card da AL

nguyen_lee

Esse foi o primeiro jogo da pós-temporada da MLB em 2014. Essa partida mostrou um pouco do que iria por vir nos Playoffs da MLB. Royals, uma das surpresas agradáveis da temporada, contra um A’s que era um dos favoritos até a metade da temporada, mas que foi caindo de produção. O resultado? Um jogo simplesmente memorável, decidido na 12ª entrada.

Esperava-se um duelo entre os arremessadores, até porque o ataque dos Royals era um dos piores dos times classificados aos Playoffs, e do A’s vinha em má fase. A primeira entrada até deu amostra disso, mas depois vieram várias corridas. James Shields sofreu 4 corridas em 5 entradas jogadas e saiu com um péssimo jogo. Jon Lester jogou até mais entradas, mas sofreu 6 corridas. Com o jogo nas entradas extras, Salvador Perez conseguiu um walk-off single que deu a vitória heroica aos Royals.

 

Los Angeles Dodgers 8 x 0 Colorado Rockies – 18/6/2014 – No-Hitter de Clayton Kershaw

nguyen_lee

No-Hitter de Clayton Kershaw. Sim, isso foi um No No, mas por muito pouco não foi um Jogo Perfeito, tudo por causa de um erro infantil de Hanley Ramirez, que lançou com uma displicência gigante para a primeira base, e acabou acarretando em um erro. Mas o primeiro No No da carreira desse monstro de apenas 26 anos foi simplesmente fantástico. Foi uma das atuações mais dominantes que já vi.

9 entradas, nenhuma rebatida cedida, nenhuma corrida cedida, nenhum walk cedido e incríveis 15 strikeouts. Essa foi a atuação fantástica de Kershaw contra o forte ataque dos Rockies. O ataque anotou 8 corridas, mas nem foi mencionado na partida direito. Todos queriam ver até onde Kershaw conseguiria ir com o No-Hitter, e valeu muito a pena.

 

Menção mais que honrosa

NY Yankees 6 x 5 Baltimore Orioles – 25/9/2014 – Último jogo de Derek Jeter no Yankee Stadium

nguyen_lee

Esse foi, sem dúvida, um dos melhores jogos que já vi em esportes. Além de ser a despedida do moço acima, foi um jogo decidido na última, por walk-off e por quem? SIM, DEREK JETER. Foi o roteiro perfeito para a despedida de Jeter. Yankee Stadium lotado, jogo emocionante e essa rebatida da vitória. Aos que não viram, deixo aqui o texto que fiz para agradecer tudo de Derek Jeter fez ao esporte.

Menções honrosas

Washington Nationals 1 x 2 San Francisco Giants – 4/10/2014 – Jogo 2 das semifinais da NL – Jogo de 18 entradas (Mais longo da história dos Playoffs)

Washington Nationals 1 x 0 Miami Marlins – 28/9/2014 – No-Hitter de Jordan Zimmermann

 

NHL

Los Angeles Kings 3 x 2 New York Rangers – 13/6/2014 – Jogo 5 das finais da Stanley Cup

nguyen_lee

Sabem aquele jogo que te arrepia do início ao fim? Bom, Los Angeles Kings New York Rangers protagonizaram uma grande batalha no Jogo 5 das finais da Stanley Cup. Era uma partida decisiva para os Rangers, que se perdessem não teriam mais chances de título. Para os Kings, que viam com um moral após conseguirem um incrível comeback de 3-0 contra o San Jose Sharks, era o jogo para fechar a série e vencer o título em casa, o que seria seu segundo nos últimos três anos. E eles conseguiram.

Foi um jogo simplesmente fantástico. Os Rangers jogavam muito bem contra o a ótima equipe de Dustin BrownJonathan Quick Drew Doughty, tanto que levaram a decisão para a prorrogação. Mas com um gol de Alec Martinez, os Kings venceram e se sagraram campeões da Stanley Cup.

 

Chicago Blackhawks 4 x 5 Los Angeles Kings – 1/6/2014 – Jogo 7 da final do Oeste

nguyen_lee

Bom, provavelmente esse foi o MELHOR JOGO da NHL em 2014. Duas das melhores equipes da NHL não só na temporada, mas nos últimos anos se enfrentaram em um duelo extremamente aguardado. De um lado Patrick Kane e cia contra o grande conjunto dos Kings e deu no que deu: Uma partida memorável.

Mesmo com dois gols de Patrick Sharp, os Blackhawks foram derrotados com um gol de quem? Sim, Alec Martínez! Mas o principal destaque da partida pelos Kings foi o capitão Dustin Brown, que deu duas assistências e foi fundamental para a vitória e classificação da equipe de Los Angeles a final da Stanley Cup.

Menção honrosa

Colorado Avalanche 4 x 5 Minnesota Wild – 30/4/2014 – Jogo 7 da primeira rodada dos Playoffs do Oeste

Toronto Maple Leafs 3 x 2 Detroit Red Wings (SO) – 1/1/2014 – Winter Classic

 

MLS

Los Angeles Galaxy 2 x 1 New England Revolution – 7/12/2014 – Final da MLS Cup (Última partida de Landon Donovan)

nguyen_lee

O jogo em si já se mostrava especial por tudo que o rondava. Última partida de Landon Donovan e a grande final da MLS. No final, tudo se encaminhou para uma vitória suada do Galaxy, que era o dono da casa na ocasião. Foi uma partida de tirar o fôlego, muito mais pela emoção, do que pelo futebol jogado pelas duas equipes.

Quem abriu o placar foi o Galaxy com o bom e jovem atacante Gyasi Zardes no começo da 2ª etapa. Aos 34 minutos, Chris Tierney marcou o gol de empate que levou a decisão para a prorrogação. Já no segundo tempo da prorrogação, o MVP da temporada – e do jogo -, Robbie Keane, marcou o gol que deu o título a equipe da Califórnia.

 

New York Red Bulls 4 x 5 Chicago Fire – 10/5/2014

nguyen_lee

Sabe aquele jogo que não deixa você respirar por UM SEGUNDO? Bom, New York Red Bulls Chicago Fire fizeram um duelo de arrepiar em jogo válido pela temporada regular da MLS. 9 gols e muita emoção do início ao fim marcaram esse duelo entre o bom time de Chicago e a equipe liderada por Thierry Henry.

E quem diria que o grande destaque dessa partida de astros foi um CALOURO? Harrison Shipp, o meia estreante de Chicago, marcou três gols na partida e foi o grande destaque, não só do Fire, mas como do jogo. O destaque da equipe de NY foi o atacante Brandon Wright-Phillips, que também fez um hat-trick. Uma partida simplesmente fantástica.

Menção honrosa

New England Revolution 2 x 2 NY Red Bulls – 29/11/2014 – Jogo de volta da final do Leste

Sporting Kansas City 2 x 3 New England Revolution – 26/9/2014

A Era Harbaugh chegou ao fim em San Francisco

nguyen_lee

Após 4 grandes temporadas, onde o San Francisco 49ers conseguiu reviver grandes momentos, relembrando um pouco a grande franquia que era num passado recente, Jim Harbaugh, um dos principais responsáveis pela “volta” do 49ers ao cenários dos melhores times da NFL, não continuará como o técnico da equipe para a temporada 2014-15. O 49ers e o técnico anunciaram a saída e Harbaugh treinará a Universidade de Michigan no próximo ano, Universidade onde foi QB e é considerado um “Deus” por lá. Continuar lendo

O mundo paralelo de Saints e Bills nesse início de temporada

Ok, ok. Passaram apenas duas semanas de temporada regular da NFL, mas vários fatos já começam a ser discutidos nesse começo de temporada, e dois deles são os começos de Buffalo Bills e New Orleans Saints, que surpreenderam bastante gente, inclusive a pessoa que escreve esse post. Mas vou tentar explicar o porque desse mal momento de New Orleans e o ótimo momento de Buffalo.

Jimmy Graham chateado após a derrota para os Browns no último domingo (AP Photo/David Richard)
Jimmy Graham chateado após a derrota para os Browns no último domingo (AP Photo/David Richard)

Comecemos com o New Orleans Saints. Um time bastante badalado durante a off-season, os Saints eram, ainda são, cotado por muitos um dos melhores times da NFL e que brigará sim por uma vaga no SuperBowl junto com Seattle Seahawks e San Francisco 49ers na Conferência Nacional, mas o começo de temporada com duas derrotas, com direito a uma para o grande rival Atlanta Falcons, são preocupantes.

Tudo bem que Drew Brees não está jogando mal, tanto que o Saints tem o 3º melhor ataque aéreo da liga, mas a defesa, principalmente a tal secundária tão badalada, está simplesmente irreconhecível. Os Saints tem a pior defesa contra o passe nessas duas primeiras semanas. Champ Bailey, Kenny Vaccaro, Jairus Byrd e Kennan Lewis é uma secundária que, pelo menos no papel, é pra ser uma das ou se não a melhor da NFL, mas parece que isso não veio à tona ainda.

Não sabemos o que acontece com a equipe de New Orleans, pois é uma equipe com vários jogadores muito bons, mas que não estão correspondendo. Pode ser um exagero, mas quem sabe podemos comparar este Saints com aquele tal “Dream Team” dos Eagles de Andy Reid, que tinha um time simplesmente amedrontador no papel, mas que não foi nem aos Playoffs.  Ok, são apenas duas semanas de temporada e muita coisa pode mudar, mas o problema é a oscilação dos Saints nas partidas. Contra os Falcons a equipe chegou a estar vencendo por 13 pontos, mas sofreu o comeback e perdeu.  O fato é que essa grande oscilação não pode acontecer para o time que sonha vencer mais um SuperBowl, e todos sabem que a franquia tem elenco pra isso.

936363_243674755774728_56072810_n
É só alegria em Buffalo! (Vaughn Ridley/Getty Images)

Esse é um time que, quem acompanha o EsportesUSA_ no twitter, disse para ficar de olho na temporada. Não, em nenhum momento disse que eles brigariam por Playoffs, até porque é um time bastante jovem, com várias promessas para o futuro da NFL… mas parece que esse futuro “chegou” agora, pelo menos é o que mostra esse início de temporada da equipe de NY.

Se você pega e vê os números dos Bills nesse início de temporada, não deverá se assustar muito, principalmente defensivamente, já que, em números puros, a equipe tem a 12ª PIOR defesa da NFL. Ofensivamente o time tem um desempenho apenas razoável, tendo apenas o 17º melhor ataque na temporada. Mas o fato que diferencia o Bills de vários times nesse começo é seu saldo de turnovers. O Buffalo Bills tem um turnover ratio de +4, ou seja, ele forçou quatro turnovers a mais que sofreu. A secundária parece não ter se abatido com a saída de Jairus Byrd, tanto que já fez três interceptações. Além disso, a pressão que os Bills tem feito contra os QBs adversários é gigantesca. Mesmo sem um dos seus pilares na defesa, Kiko Alonso, o time já aplicou 6 sacks nessas duas primeiras semanas. Isso mostra a força de Mario Williams e cia. 

O jogador que faz o ataque de Buffalo andar é CJ Spiller. A equipe tem 7º melhor ataque corrido da NFL, com 153 jardas corridas de média por jogo. Mas Spiller não serve “apenas” para correr. É um jogador bastante versátil em todos os setores do campo. É um ótimo recebedor entre os running backs da liga, além de retornar muito bem. Veja no GIF abaixo o touchdown de Spiller contra os Dolphins na última semana: 102 jardas!

cjspiller.0

 

O tempo vai dizer se esse ótimo momento de Buffalo vai durar ou é só uma coisa passageira. Até porque eles ainda não enfrentaram um contender nessa temporada, mas sim duas equipes do mesmo nível e fizeram sua parte. Basta saber em duelos onde vai requer mais força, a equipe irá se virar bem. É uma equipe com potencial, mas, no meu ponto de ver, não passa de 7 vitórias na temporada.

O Giants saiu de 2013, mas 2013 não saiu dos Giants

Shotchart_1394322698113

Mais uma temporada chegou, mas parece que o New York Giants não se livrou da “maldição” de 2013, principalmente Eli Manning. Na derrota para o Detroit Lions no último Monday Night Football por 35 a 14, Eli foi interceptado duas vezes, além de ter levado dois sacks. Foi simplesmente um jogo horrendo para NY. A secundária continua batendo cabeça, e sofreu ainda mais contra o melhor WR da liga. Veja no lance abaixo como, mesmo com o passe ruim de Stafford, Johnson consegue fazer a recepção sem praticamente ninguém por perto [GIF]:

GentleCreamyBorderterrier

Não foi apenas nesse lance. No primeiro touchdown dos Lions na partida, Matthew Stafford saiu da pressão, quebrou um tackle que parecia certo e mandou a “bomba” para o Megatron. Quando Johnson dá o corte para o meio, Rodgers-Cromartie e outro jogador do Giants, que infelizmente não me recordo o nome, chocam-se um com o outro, deixando Megatron livre para anotar o TD. Não dá pra ver o choque entre os dois atletas da secundária de NY, mas sim Johnson indo sozinho anotar o primeiro touchdown do duelo [GIF, SB Nation]:

GentleCreamyBorderterrier

São muitos erros para um time só. Manning ainda tenta se adaptar ao ataque estilo “West Coast” de Ben McAdoo, que são de passes mais rápidos, sem ficar tanto tempo com a bola nas mãos. A defesa continua batendo muito a cabeça, como já dito acima. Não duvido os Giants terem uma escolha Top 5 no Draft de 2015 e terminarem como último em sua divisão, mesmo tendo o fraquíssimo Washington Redskins. Caso Eli não se adapte e a defesa “conserte”, os Giants terão mais um ano bem complicado

49ers e a escassez de títulos

Você lembra a última vez que o San Francisco 49ers venceu um Super Bowl? Bom, faz muito tempo desde o último título da equipe californiana. O último título da franquia foi na temporada 1994/95 quando o time esmagou o San Diego Chargers, vencendo por 49 a 26. O jogo foi realizado no antigo Joe Robbie Stadium, hoje Sun Life Stadium, em Miami no dia 29 de janeiro.

DOMINÂNCIA NOS ANOS 80/COMEÇO DOS ANOS 90

Todos sabem que o 49ers é uma das equipes mais respeitadas e tradicionais não só da NFL, como dos esportes americanos por tudo que já conquistou nos seus quase 70 anos de história… e não é por menos. A década de 80 foi resumida na dominância incrível da equipe californiana, e tudo isso se deve ao fato, principalmente, de dois jogadores: Joe Montana Jerry Rice.

A dupla Rice e Montana é considerada a dupla mais bem sucedida da história da NFL (Foto: Reprodução/Google)
A dupla Rice e Montana é considerada a dupla mais bem sucedida da história da NFL (Foto: Reprodução/Google)

Considerado por muitos como o melhor Quarterback de todos os tempos, Joe Montana foi uma verdadeira máquina durante suas 13 temporadas nos 49ers, acumulando 6 títulos da NFC e 4 anéis de Super Bowl (XVI, XIX, XXIII e XXIV) no currículo. Montana foi bastante dominante na maioria de seus anos em San Francisco. Começou como reserva na sua primeira temporada e foi ganhando espaço a cada ano que passava, fato que não pesou em nada, já que ele foi campeão na sua 3ª temporada nos 49ers, sendo titular em TODAS as partidas da temporada. Fatos e mais fatos levaram Montana, como já dito no começo desse parágrafo, a vencer 4 títulos mais que merecidos.

Mudando de posição, Jerry Rice é considerado pela maioria esmagadora de fãs da NFL, o maior/melhor jogador de TODOS OS TEMPOS do futebol americano, e não é por menos. Campeão 3 vezes campeão com os 49ers (XXIII e XXIV), Jerry Rice acumulou números espetaculares logo na sua 2ª temporada, com 1570 jardas recebidas, Rice veio ganhar seu primeiro anel com San Francisco apenas em 1989.

Outro jogador que vale destacar, e muito, é Steve Young, que foi o sucessor de Montana nos 49ers e foi muito bem, obrigado. Campeão apenas uma vez (XXIX), Young, junto com uma defesa liderada por Deion Sanders, levou o 49ers ao seu 5º (é último até hoje) anel. A pressão grande que havia sobre ele por substituir Montana foi grande, mas ele se saiu bem.

Esses foram os dois principais jogadores que fizeram o 49ers ser simplesmente dominante nesses anos, mas não foram só eles que fizeram a equipe ser o que é hoje. A defesa é e sempre foi uma das forças do time. Ronnie LottCharles Haley Bryant Young foram peças indispensáveis na defesa de Bill Walsh, técnico do time entre 1979-1988, e de George Seifert, técnico entre 1989-1996. Lott é um dos melhores defensives backs que já passou pelo futebol americano. 4 vezes campeão com os Niners, Lott tinha um hit muito agressivo, combinado com uma cobertura muito boa. Haley foi um dos melhores pass-rushers em seus dias de glória. Não era um monstro, mas conseguia ler muito bem o ataque adversário. Foi campeão duas vezes com os Niners. Pra fechar, Bryant Young era um gigante na linha defensiva de San Francisco, onde teve quase 90 sacks na carreira, todas na Califórnia. Foi campeão uma vez e era um dos jogadores mais subestimados enquanto atuava.

Resumindo: Entre 1981 e 1995 os 49ers venceram TODOS os Super Bowls que disputaram. O time era uma verdadeira máquina não só na defesa, mas como no ataque, fato que tornou a equipe um verdadeiro fenômeno na época, sendo um dos times mais temidos daquele tempo.

DECADÊNCIA

Tempos difíceis com Erickson no comando (Foto: Reprodução/Google)
Tempos difíceis com Erickson no comando (Foto: Reprodução/Google)

Entre 2003 e 2010, o San Francisco 49ers foi um dos piores times da NFL, onde teve no vários técnicos muito fracos. Após a saída de Steve Mariucci, os 49ers apostaram em Dennis Erickson, tanto que acertaram um contrato de 5 anos com ele, mas o técnico nem terminou seu contrato e foi embora após duas temporadas, quando na sua 2ª terminou com um record de incríveis 2V-14D.

A partir daí mais três técnicos desembarcaram na Califórnia: Mike Nolan, que ficou entre 2005-2008 e conseguiu apenas apenas 18 vitórias em 55 jogos comandando os Niners, Mike Singletary, que comandou entre 2008-2010 e teve quase 50% de aproveitamento nos jogos, mas foi demitido uma semana antes do último jogo da temporada 2010-2011, dando lugar à  Jim Tomsula, que só foi técnico por essa partida. Todos não tiveram boas lembranças em San Francisco.

Junte todos esses técnicos fracos, pelo menos em suas passagens por San Francisco, como uma diretoria bem ruim também. Receita para temporadas ruins.

VOLTA ÁS VITÓRIAS E O SONHO DO 6º ANEL

Chegada de Jim Harbaugh mudou os 49ers (Foto: Reprodução/Google)
Chegada de Jim Harbaugh mudou os 49ers (Foto: Reprodução/Google)

A chegada de Jim Harbaugh em San Francisco, mudou praticamente tudo. Logo na sua PRIMEIRA temporada, Harbaugh ajudou os Niners à terminarem com um record de incríveis 13 vitórias e apenas 3 derrotas na temporada regular, e quase que Harbaugh levava os 49ers ao Super Bowl logo no seu ano de estreia no time, mas com um erro incrível de Kyle Williams (fumble), os Giants vencerem aquele duelo em pleno Candlestick Park.

Na temporada seguinte, a equipe conseguiu… mas apenas chegaram ao Super Bowl. Após mais uma temporada muito boa, os 49ers perderam o SB para o Baltimore Ravens no “Duelo das Defesas”. Na última temporada, as coisas tinham tudo para dar certo. Colin Kaepernick se adaptando cada vez mais ao livro de jogadas e se entendendo bem com os companheiros, e bons reforços como Anquan Boldin, mas o time foi derrotado na final da NFC pelo time que seria campeão, o Seattle Seahawks.

Nada a reclamar. O time está no caminho certo em busca de mais um anel e a torcida sabe disso. Uma das melhores defesas da liga, mas o ataque tem que melhorar, principalmente o aéreo. Kaepernick é um QB mais móvel, que se tenta correr muito com a bola, o que prejudica seu jogo em alguns momentos. Precisa jogar mais dentro do pocket, mesmo a “nova geração” de Quarterbacks não jogando mais nesse estilo. 

Direção organizada, um dos melhores técnicos da liga e um time que só tem o que melhorar. O San Francisco 49ers continua sendo um dos favoritos ao título do Super Bowl e todos sabem disso. O futuro/presente é brilhante para San Francisco e o 6º anel pode chegar logo em breve…

NFL Draft 2014 – 2ª rodada

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

33ª escolha – Houston Texans seleciona: G Xavier Su’a-Filo (UCLA)

34ª escolha – Dallas Cowboys seleciona (via Redskins): DE DeMarcus Lawrence (Boise St.)

35ª escolha – Cleveland Browns seleciona: OT Joel Bitonio (Nevada)

36ª escolha – Oakland Raiders seleciona: QB Derek Carr (Fresno St.)

37ª escolha – Atlanta Falcons seleciona: DT Ra’Shede Hageman (Minnesota)

38ª escolha – Tampa Bay Buccaneers seleciona: TE Austin Seferian-Jenkins (Washington)

39ª escolha – Jacksonville Jaguars seleciona: WR Marqise Lee (USC)

40ª escolha – Detroit Lions (via Seahawks) seleciona: LB Van Noy (BYU)

41ª escolha – St. Louis Rams (via Bills) seleciona: CB LaMarcus Joyner (Florida St.)

42ª escolha – Philadelphia Eagles (via Titans) seleciona: WR Jordan Matthews (Vanderbilt)

43ª escolha – New York Giants Giants seleciona: C Weston Richburg (Colorado St.)

44ª escolha – Buffalo Bills (via Rams) seleciona: T Cyrus Kouandjio (Alabama)

45ª escolha – Seattle Seahawks (via Lions) seleciona: WR Paul Richardson (Colorado)

46ª escolha – Pittsburgh Steelers seleciona: DT Stephon Tuitt (Notre Dame)

47ª escolha – Washington Redskins (via Lions) seleciona: LB Trent Murphy (Stanford)

48ª escolha – Baltimore Ravens seleciona: DT Timmy Jernigan (Florida St.)

49ª escolha – New York Jets seleciona: TE Jace Amaro (Texas Tech)

50ª escolha – San Diego Chargers (via Dolphins) seleciona: LB Jerry Attaochu (Georgia Tech)

51ª escolha – Chicago Bears seleciona: T Ego Ferguson (LSU)

52ª escolha – Arizona Cardinals seleciona: Te Troy Niklas (Notre Dame)

53ª escolha – Green Bay Packers seleciona: WR Davante Adams (Fresno St.)

54ª escolha – Tennessee Titans (via Eagles) seleciona: RB Bishop Sankey (Washington)

55ª escolha – Cincinnati Bengals seleciona: RB Jeremy Hill (LSU)

56ª escolha – Denver Broncos (via 49ers) seleciona: WR Cody Latimer (Indiana)

57ª escolha – San Francisco 49ers (via Dolphins) seleciona: RB Carlos Hyde (Ohio St.)

58ª escolha – New Orleans Saints seleciona: CB Stanley Jean-Baptiste (Nebraska)

59ª escolha – Indianapolis Colts seleciona: T Jack Mewhort (Ohio St.)

60ª escolha – Carolina Panthers seleciona: DE Kony Ealy (Missouri)

61ª escolha – Jacksonville Jaguars (via 49ers) seleciona: WR Allen Robinson (Penn St.)

62ª escolha – New England Patriots seleciona: QB Jimmy Garoppolo (Eastern Illinois)

63ª escolha – Miami Dolphins (via 49ers) seleciona: WR Jarvis Landry (LSU)

64ª escolha – Seattle Seahawks seleciona: T Justin Britt (Missouri)

NFL Draft 2014 – 1ª rodada

O Draft 2014 da NFL está acontecendo, nesse momento, no Radio City Music Hall em Nova York, e você pode acompanhar todas as escolhas com a gente!

1ª escolha – Houston Texans seleciona: DE Jadeveon Clowney (South Carolina)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

2ª escolha – St. Louis Rams seleciona: OT Greg Robinson (Auburn)

936363_243674755774728_56072810_n

3ª escolha – Jacksonville Jaguars seleciona: QB Blake Bortles (Central Florida)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

4ª escolha – Buffalo Bills (via troca com os Browns) seleciona: WR Sammy Watkins (Clemson)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

5ª escolha – Oakland Raiders seleciona: LB Khalil Mack (Buffalo)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

6ª escolha – Atlanta Falcons seleciona: T Jake Matthews (Texas A&M)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

7ª escolha – Tampa Bay Buccanners seleciona: WR Mike Evans (Texas A&M)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

8ª escolha – Cleveland Browns (via troca com os Vikings) seleciona: CB Justin Gilbert (Oklahoma St.)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

9ª escolha – Minnesota Vikings seleciona: LB Anthony Barr (UCLA)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

10ª escolha – Detroit Lions seleciona: TE Eric Ebron (UNC)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

11ª escolha – Tennessee Titans seleciona: OT Taylor Lewan (Michigan)

110610_SPT_Umichi vs. Ill _MRM

 

12ª escolha – NY Giants seleciona: WR Odell Beckham Jr. (LSU)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

13ª escolha – St. Louis Rams seleciona: DT Aaron Donald (Pittsburgh)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

14ª escolha – Chicago Bears seleciona: CB Kyle Fuller (Virginia Tech)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

15ª escolha – Pittsburgh Steelers seleciona: LB Ryan Shazier (Ohio St.) 

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

16ª escolha – Dallas Cowboys seleciona: OT Zach Martin (Notre Dame)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

17ª escolha – Baltimore Ravens seleciona: LB CJ Mosley (Alabama)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

18ª escolha – New York Jets seleciona: S Calvin Pryor (Louisville)

Calvin Pryor, Caleb Watkins

 

19ª escolha – Miami Dolphins seleciona: T Ja’Wuan James (Tennessee)

Ja'Wuan James

 

20ª escolha – New Orleans Saints seleciona: WR Brandin Cooks (Oregon St.)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

21ª escolha – Green Bay Packers seleciona: S Ha Ha Clinton-Dix (Alabama)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

22ª escolha – Cleveland Browns seleciona: QB Johnny Manziel (Texas A&M)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

23ª escolha – Kansas City Chiefs seleciona: DE Dee Ford (Auburn)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

24ª escolha – Cincinnati Bengals seleciona: CB Darqueze Dennard (Michigan St.)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

25ª escolha – San Diego Chargers seleciona: CB Jason Verrett (TCU) 

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

26ª escolha – Philadelphia Eagles seleciona: LB Marcus Smith (Louisville)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

27ª escolha – Arizona Cardinals seleciona: S Deone Bucannon (Washington St.)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

28ª escolha – Carolina Panthers seleciona: WR Kelvin Benjamin (Florida St.)

FSU beats  Savannah State 55-0 in Tallahassee

 

29ª escolha – New England Patriots seleciona: DT Dominique Easley (Florida)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

30ª escolha: San Francisco 49ers seleciona: S Jimmie Ward (Northern Illinois)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

31ª escolha: Denver Broncos seleciona: CB Bradley Roby (Ohio St.) 

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi

 

32ª escolha – Minnesota Vikings (via Seahawks): QB Teddy Bridgewater (Louisville)

6a00d834515b9a69e201901c6b6a22970b-800wi