Prospectos NBA Draft 2015: #2 Jahlil Okafor

VAVEL

No começo da temporada, Jahlil Okafor era apontado, por muitos, como a primeira escolha sem dúvida alguma. Durante a temporada da NCAA, alguns aspectos ruins fizeram com que o pivô descesse uma posição e provavelmente ele sairá como a segunda escolha. Mas isso não é ruim, pois Okafor é um jogador extremamente talentoso, principalmente no ataque.

Pontos fortes

– Mãos bem grandes e ótima altura, além da boa envergadura. Muito móvel para um cara do seu tamanho. Corre muito bem a quadra em transição.

– Incrivelmente talentoso pontuando debaixo da cesta. Ótimo footwork, boas mãos e aguenta o contato. Forte e com um ótimo comprimento também. Consegue completar ponte aéreas e brigar pelo espaço embaixo da cesta.

– Meio soft no rebote defensivo, mas faz um grande trabalho conseguindo rebotes ofensivos. Tem mobilidade, força e boa envergadura para manter a jogada viva.

– Consegue pontuar em espaços bem pequenos/estreitos. Quando recebe bem de costas pra cesta, é bem difícil de ser marcado, principalmente contra defensores menores/mais fracos. Utiliza muito bem os ganchos. Além disso, também consegue belos spins para driblar o defensor.

– Utiliza extremamente bem os fakes. Pelo ótimo footwork que tem, Okafor consegue enganar muito bem os defensores. Pode melhorar, mas mostra evolução no seu turnaround jumper.

– Não força arremessos ruins, principalmente embaixo da cesta. Sabe o momento de finalizar a jogada. Bem paciente com a bola na mão.

– Sabe lidar bem com os double teams. Consegue passar bem a bola nessas situações. No post então, Okafor é uma grande arma passando a bola. Consegue achar shooters e acompanhar bem os cortes dos companheiros em direção à cesta.

Pontos fracos

– Problemas na defesa. Não é atlético e duro como se espera dele. Não é um atleta muito físico. Deixa os adversários receberem embaixo da cesta.

– Não consegue defender no perímetro, principalmente em miss matchups. Contestar o arremesso? Esquece. Não consegue jogar na posição 4 por conta disso. Lento.

– Dificuldade em defender no Pick and Roll, muito por conta da falta de velocidade na defesa. Como já dito, raramente contesta o arremesso. Não consegue acompanhar a troca de matchups. Não consegue se “recuperar” na jogada.

– Foi bom protetor de aro na NCAA, mas sua falta de dureza e explosão limitará essa boa atuação na NBA, pensando que os Big Men’s da Liga são bem mais físicos e explosivos. Também não tem uma boa reação.

– Muito lento na transição ataque/defesa. Não consegue acompanhar a maioria dos seus adversários e tem preguiça às vezes.

– Se no ataque é muito bom, na defesa deixa a desejar. Falta dureza e explosão para conseguir os rebotes defensivos. Quando precisar usar o box out, não presta atenção e deixa o adversário conseguir o rebote.

– Precisa melhor como arremessador de fora. Também não tem uma boa % de lances livres. Tentou arremessar pouquíssimo de fora durante a temporada. Precisa melhorar bastante isso.

– Bom passador, mas precisa ficar mais atento em alguns lances. Perde bolas por besteiras. Comete muitos turnovers para a posição.

Médias na temporada 2014-15: 38 jogos, 17.3 pontos, 8.6 rebotes, 1.3 assistências, 0.8 roubos de bola, 1.4 tocos, 2.5 turnovers e 66.4% FG.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s