Prospectos NBA Draft 2015: #3 D’Angelo Russell

VAVEL

Se você me perguntar qual é meu jogador preferido e o que mais tem chance de virar estrela no Draft, minha resposta será D’Angelo Russell. Russell tem uma personalidade diferenciada, sendo um jogador com um QI de basquete absurdo, principalmente para sua idade.

Pontos fortes

– Alto para a posição, o que faz com ele tenha uma ótima visão de quadra, além de conseguir arremessar por cima de armadores menores. 

– Um dos melhores armadores no rebote. Jogador que fica bastante ligado e usa sua força para conseguir vencer alguns Big Men’s.

– Ainda pode ser mais consistente, mas tem tudo para ser um defensor bem sólido na NBA. Se move muito bem lateralmente e lê bem as linhas de passe, conseguindo os roubos de bola.

– Scorer muito talentoso. No ataque, pode jogar tanto na 1, como na 2. Provavelmente é o melhor handle da Liga. Extremamente bom na transição, imprimindo velocidade e força. Pode tanto conseguir a cesta, como distribuir o jogo na transição.

– Opera muito bem o ataque. No Pick and Roll é uma arma sensacional, pelo fato de arremessar bem de fora e distribuir o jogo como poucos. Muda as direções e velocidades também.

– Arremessador qualificado. Spot ups (Catch and Shoot/Off The Dribble), Off the Bounce jumpshots fazem parte do seu cartel. Também consegue acertar Pull-Up Jumpers, além de usar muito bem as screens. Muito veloz. Tem um ótimo release também.

– Também é um bom slasher. Tem qualidade para colocar a bola debaixo do braço e bater para dentro. Absorve bem o contato. Qualidade, também, em ISO’s. Utiliza bem os stepbacksbehind the back crossovers.

– Passador de elite. Muito criativo com a bola na mão, fazendo jogadas de muita qualidade e diferenciadas para achar seus companheiros. Drive and Kicks/Dish. Acerta belíssimos No Look Passes. Passe muito preciso e com força. Não é fominha. É incrivelmente completo passando a bola.

– Tem muita personalidade. Único jogador da NCAA a conseguir um 20-5-5 por 40 minutos. Não tem medo de decidir jogos, além de, segundo ele, ser o melhor jogador em quadra toda noite.

Pontos fracos

– Precisa ser mais explosivo. Comete muitos turnovers por ser passivo demais às vezes.

– Limitado pontuando perto da cesta contra caras mais fortes/atléticos/mais compridos. Além disso, não faz as “rotas” certas, às vezes, contra defensores melhores/mais rápidos.

– Precisa melhor bastante seus floaters. A falta de uma boa envergadura atrapalha bastante neste caso. Além disso, não é um bom leaper (pulador).

– Tem muitos problemas com a mão direita. Todas as jogadas embaixo do aro Russell tenta finalizar com sua mão dominante (esquerda). Quando invade a cesta pela direita, tem dificuldade. Na maioria dos drives pela direita, ele tenta um jumpshot.

– Como já dito, precisa ser mais consistente na defesa. OSU jogava em zona, o que fazia com que Russell não tivesse muitas chances em marcar no 1 contra 1.

– É meio preguiçoso em alguns lances. Nem toda bola ele tenta contestar o arremesso adversário. Além disso, também tem alguns colapsos se movimentando sem a bola.

Médias na temporada 2014-15: 35 jogos, 19.3 pontos, 5.7 rebotes, 5.0 assistências, 1.6 roubos de bola, 0.3 tocos, 2.9 turnovers, 44.9% FG e 41.1% 3PT.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s