Prospectos NBA Draft 2015: #6 Kristaps Porzingis

VAVEL

Pela altura e aparência franzina, Kristaps Porzingis pode não parecer um dos jogadores mais talentosos, mas o letão de 19 anos é incrivelmente móvel para o tamanho, além de jogar numa posição a qual os jogadores de hoje em dia são mais ágeis. Fizemos um texto sobre ele no Draft do ano passado e dá para perceber a evolução do próprio, que fez muito bem em continuar mais um ano jogando na Espanha. Veja.

Pontos fortes

– Jogador bem alto e móvel para seu tamanho. Corre muito bem pela quadra e tem ótimo comprimento também. Muito bom na transição.

– É uma ótima arma para ponte aéreas, tendo em vista seu tamanho, agilidade e comprimento. Na maioria das vezes essas jogadas são oriundas do Pick and Roll.

– Muito bom reboteiro ofensivo. É ligado nas jogadas e consegue correr do perímetro para ganhar os rebotes. Seus ótimos atributos também ajudam bastante.

– Móvel na defesa, pois se move bem lateralmente. Consegue se “recuperar” em jogas de Pick and Roll também. 

– Não preciso nem dizer que é um bom shot blocker, certo? Sua incrível envergadura e timing são essenciais para esse sucesso.

– Versátil ofensivamente. É um shooter bem capacitado para sua posição. Tem um bom footwork e se posiciona bem na movimentação sem a bola. Espaça a quadra, tem bom release e não tem problema em arremessar bolas de longa distância. Bom spot up shooter.

– Boa arma no Pick and Pop também. Por ser versátil, tanto arremessa de média distância, como bate para dentro, conseguindo as cestas. Também corre utiliza bem as screens. Um atleta de 2,16 que realmente consegue acertar 3PTs.

– É veloz para seu tamanho. Consegue realmente realizar drives em direção à cesta, principalmente após o drible. Muito versátil ofensivamente para um cara tão grande. Também é bom turnaround jumpers no post. Arremessa de ambos os ombros.

– Bem novo e com experiência nos torneios europeus, além de já ter participado de mundial de base com a Letônia. Jogador muito interessante.

Pontos fracos

– Precisa ganhar massa muscular e ser mais duro. Como já dito, consegue realizar drives em direção à cesta, mas tem problemas em absorver o contato. “Escapa” de algumas jogadas mais físicas por isso. Terá problemas contra caras mais físicos e grandes na NBA.

– Por conta dessa falta de força não é um reboteiro tão bom quanto se esperam dele. Box out é complicado para ele, já que não tem força para “expulsar” os adversários debaixo da cesta.

– Defender caras mais fortes no post será um problema, pois não tem um bom upper body. Falta força para impedir que os adversários recebam tão embaixo da cesta. Dificuldade em lutar pela posição na tábua.

– É bom realizando turnaround jumpers no post, mas “empurrar” o adversário para debaixo da cesta é complicado. Precisa ser mais duro e aguentar o contato. Franzino.

– Não tem uma boa visão de quadra e é ruim passando a bola. Não que seja sua obrigação passar bem a bola, as erra bastante para o pouco que tenta. 

– Se perde na rotação defensiva. Quando precisa cobrir o garrafão, fica prestando atenção apenas no seu matchup. Precisa ficar mais ligado.

– Comete muitas faltas. Precisa ser mais disciplinado e deixar de exagero em querer dar o toco na maioria dos lances embaixo da cesta. Cai em fakes.

Médias na temporada 2014-15: 50 jogos, 11.1 pontos, 3.2 rebotes, 0.6 assistências, 0.9 roubos de bola, 1.1 tocos, 1.4 turnovers, 51.3% FG e 38,6% 3PT.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s