Prospectos NBA Draft 2015: #7 Willie Cauley-Stein

VAVEL

 

Se você precisa de um cara que briga por toda a bola, protetor de aro e bom reboteiro, esse cara é Willie Cauley-Stein. Muito ativo e explosivo em quadra, Cauley-Stein é uma boa escolha para times que precisam de força e defesa na tabua. Fez grande temporada com Karl-Anthony Towns, formando um garrafão fortíssimo, principalmente defensivamente.

Pontos fortes

– Um atleta sensacional. Explosivo, intenso, rápido e móvel para um cara do seu tamanho. Corre muito bem pela quadra. Pontua bem em transição e completa as ponte aéreas.

– Ótima opção para um armador. Jogador que se posiciona bem debaixo da cesta e é muito bom quando recebe e vai direto à cesta. Muito explosivo.

– Defesa, defesa e defesa. Cauley-Stein é defensor mais versátil do Draft. Pode parecer exagero, mas ele marcou jogadores de todas as posições no College.

– Defende muito bem no perímetro. Rápido, além de se mover muito bem lateralmente para seu tamanho. Consegue contestar não só arremessos, como drives em direção à cesta. 

– Defensor de elite no Pick and Roll. Consegue trocar matchup e seguir defendendo muito bem. Joga com o braço levantado a todo instante. Também lê bem a linha de passe e consegue roubos de bola. Cara extremamente qualificado.

– Ainda não é um defensor de elite no post, muito por conta da falta de força, mas por ser um ótimo leaper, além do tamanho, consegue defender bem nestas situações.

– Defende o aro como poucos neste Draft. Um dos melhores shot blockers do Draft. Impulsão e tamanho ajudam demais nisto. Timing sensacional.

– Gosta de manter a jogada viva. Excelente reboteiro ofensivo. Muito ativo. Usa sua velocidade para ganhar alguns rebotes, além de conseguir rebotes fora de área pintada. Errou o arremesso? O próprio vai atrás do rebote.

– Ainda precisa melhorar, mas tem tudo para evoluir nos seus arremessos de média distância.

Pontos fracos

– Limitadíssimo ofensivamente. Não tem um bom jogo de post, tendo em vista que não tem um bom hook shot. Tem muitos problemas quando recebe pressão/double teams.

– Tem um bom footwork, mas é muito difícil de pontuar contra defensores muitos bons. Não é bom em floaters também, além de errar algumas bandejas bem fáceis. Ainda inconsistente arremessando de fora. Resumindo: Muito bom na defesa, fraco no ataque.

– Não tem um bom ball handling e comete alguns erros bestas. Passador limitadíssimo.

– Muito bom reboteiro ofensivo, mas tem problemas na defesa. A falta de força faz com que ele perca algumas disputas no rebote. Magro. Precisa utilizar melhor o box out.

– Não absorve bem o contato pela falta de força. Precisa ser um jogador mais duro também. Pode ter problemas contra caras mais físicos na NBA.

– Inconsistente nos jogos. Em várias partidas entrou como o Cauley-Stein que todos conhecem e querem ver, mas em outras entrou meio frio e passivo demais. Essa inconsistência não pode acontecer na NBA.

Médias na temporada 2014-15: 39 jogos, 8.9 pontos, 6.4 rebotes, 1.0 assistências, 1.2 roubos de bola, 1.7 tocos, 1.2 turnovers e 57.2% FG.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s