Alexander Ovechkin e a importância de Barry Trotz em seu jogo

FOTO: Nick Wass

 

Voltamos ao ano de 1993. Scotty Bowman, o maior técnico da história da NHL, assumia o Detroit Red Wings. A franquia estava numa seca de quase 20 anos sem levantar a Stanley Cup. Naquela época, Steve Yzerman era um dos melhores jogadores ofensivos da liga, com números impressionantes. Com a chegada de Bowman, esses números absurdos tiveram uma queda, e não porque Yzerman desaprendeu a fazer gols ou dar assistências e sim pois ele começou a se dedicar em outro aspecto de seu jogo: a defesa. Bowman mudou o jeito de Yzerman pensar o hóquei e o transformou em um dos melhores two-way players da história. Após isso, Detroit viria a conquistar três Stanley Cups sob o comando de Bowman. Confira um vídeo abaixo mostrando um pouco dessa mudança de Yzerman:

“Ok, mas e o que isso te a ver com o Alexander Ovechkin?”. ‘Ovi’ sempre foi uma potência ofensiva, discutivelmente o melhor sniper de sua geração, mas que sempre teve um problema em sua parte defensiva. E isso não por falta de talento, pois em diversas ocasiões o russo mostrou que poderia ser efetivo na outra parte do gelo. O problema de Ovechkin, que muitos o criticavam, era por ele ser acomodado em alguns momentos do jogo e às vezes dar as costas enquanto o time adversário estava atacando. Veja um exemplo disso:

ovviiii

Na jogada, dá para perceber que Ovechkin não faz esforço algum para alcançar Derek Stepan, mesmo tendo total condição de ter alcançado o americano caso tivesse patinado mais rápido.

Na última temporada (2013-14), Ovechkin teve um plus/minus de -35, pior marca da NHL atrás de Nail Yakupov, do pior time da liga, Edmonton Oilers (!!). Mesmo o time de Washington não tendo ido aos playoffs, é inaceitável que um jogador como ele tenha um desempenho tão pífio na defesa.

Essas dúvidas sobre a vontade de Ovechkin nas jogadas fizeram alguns insiders de Washington questionarem se ele devia ser trocado ou não, pois, mesmo sendo o melhor jogador do time e um dos melhores da NHL, seu jogo “preguiçoso” podia custar vitórias ao Capitals.

A saída de Bruce Brodeau do cargo de técnico da equipe em 2012 e as contratações de Dale Hunter e Adam Oates, que foram totais fracassos, também contribuíram bastante para essa queda de Ovechkin na parte defensiva. Após perderem os playoffs de 2013-14, o GM do Capitals, Brian MacLellan, contratou, em 26 de maio de 2014 o recém demitido técnico do Nashville Predators, Barry Trotz. Com uma mentalidade defensiva que é sua marca, Trotz tinha a missão de melhorar a equipe da capital no setor e levar o time aos playoffs. Por enquanto, isso vai funcionando e Washington ocupa a segunda vaga do Wild Card do Leste.

Mais do que apenas mudar a defesa do Capitals, assim como Scotty Bowman foi para Steve Yzerman, Barry Trotz está sendo fundamental na melhora defensiva do russo. Um desses sinais é o bom +5 que ‘Ovi’ vem postando até agora e esperamos que ele mantenha esse nível.

Pela segunda vez na carreira, Ovechkin está para ter uma temporada com menos pontos do que partidas. Isso, da primeira vez, em 2011-12, foi algo inesperado, mesmo postando ótimos 38 gols. Agora, ele vem para ter uma temporada parecida, beirando os 40 gols mas com uma diminuição dos pontos. Porém, dessa vez, sabemos que grande parte disso se deve ao esforço que o “The Great 8” vem fazendo para se tornar um jogador melhor no aspecto defensivo do jogo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s